Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Piscicultores têm prejuízo de R$ 250 mil

21 JUL 10 - 20h:51
Fábio Dorta, Dourados

Pelo menos 50 toneladas de peixes criados em cativeiro morreram por causa do frio na região de Dourados. O prejuízo dos piscicultores pode passar dos R$ 250 mil. A estimativa é da cooperativa MS Peixe. Além do frio, a desnutrição e erros de manejo provocaram a mortandade. A maioria dos casos ocorreu na zona rural.
De acordo com o vice-presidente da MS Peixe, Ademar Ferreira, vários cooperados informaram sobre mortandade em seus tanques de criação de peixe. “Nós recebemos várias informações neste sentido e notamos que os problemas estão relacionados com a desnutrição provocada pela alimentação inadequada, ou ainda problemas no manejo”, disse Ferreira.
Segundo ele, em época de frio intenso como está ocorrendo na região de Dourados é preciso tomar todos os cuidados ao mexer nos peixes. Ferreira afirmou que, em muitos casos, o manejo inadequado faz o peixe perder parte da escama ficando vulnerável a um tipo de vírus que se propaga por todo o tanque, provocando a matança.
De acordo com ele quando o piscicultor for efetuar a comercialização do produto nesta época de baixa temperatura recomendável é que toda a produção seja retirada do tanque e colocada diretamente nos caminhões que fazem o transporte até o frigorífico. “O ideal nesta época é mexer o menos possível com os peixes”, afirmou Ferreira.

Parasita
O piscicultor Silas Zanatta, 45 anos, perdeu nos últimos 15 dias mais de dez toneladas de peixe da espécie tambacu em seus tanques de criação no distrito do Guassu, que fica a 30 km de Dourados. Ele afirma que o prejuízo deverá passar de R$ 50 mil. “Eu crio peixes aqui há mais de seis anos e nunca acompanhei uma situação dessas antes”, afirmou Zanatta.
O produtor rural conta que muitos vizinhos também informaram sobre mortandade não apenas de tambacus, mas de outras espécies também como pacu e tilápia. Um pesquisador da Embrapa Agropecuária do Oeste foi até a propriedade de Zanatta e constatou que os peixes morreram contaminados por um parasita que ataca sempre em frio intenso.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Homem é encontrado morto em calçada; suspeita de hipotermia
CHAPADÃO DO SUL

Homem é encontrado morto em calçada; suspeita de hipotermia

Defesa de sobrinho que matou tio alega que homem estava sendo ameaçado de morte
TRAGÉDIA ENTRE FAMÍLIA

Defesa alega que sobrinho sofria ameaças do tio

Licitação para construção de ponte será assinada no sábado
ROTA BIOCEÂNICA

Licitação para construção de ponte será assinada no sábado

Reforma do aeroporto vai dobrar <BR>capacidade de passageiros
AEROPORTO DE CAMPO GRANDE

Capacidade de passageiros será dobrada com reforma

Mais Lidas