Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Piñera promete investigar e punir responsáveis pelo acidente que soterrou 33 mineiros no Chile

23 AGO 10 - 21h:30
     O presidente do Chile, Sebastián Piñera, reiterou hoje (23) que vai investigar o acidente na mina de San José, ocorrido há 18 dias, onde 33 trabalhadores permanecem soterrados. Segundo ele, é fundamental apurar o ocorrido e punir os responsáveis. Os mineiros sinalizaram ontem (22) que todos estão vivos e aguardam o regaste. Mas a operação de resgate deve durar até quatro meses, segundo autoridades chilenas.
                
                As informações são da Presidência da República do Chile e da agência BBC Brasil.  "Temos dito que, nesta matéria, não haverá impunidade, e eu quero enfatizar que as investigações, em matéria penal e civil já começaram, e nós vamos investigar as responsabilidades e punir os culpados", disse Piñera.
                
                O presidente elogiou o trabalho das operações de resgate. "Nós sempre soubemos que o templo, a alma de um país, não é medida em tempos de tranquilidade, mas é medida em momentos de adversidade. E o Chile tem demonstrado que, quando confrontados com a adversidade, vem o melhor de cada um de nós?.
                
                Piñera lembrou que em 27 de fevereiro o Chile viveu o pior terremoto dos últimos anos, registrando 8,8 graus na escala Richter, deixando mortos, feridos e desabrigados no país.

                Ontem, Piñera anunciou que os 33 mineiros, soterrados desde o dia 5, estão vivos. O anúncio foi feito depois de uma sonda perfuradora, inserida na mina por equipes de resgate, ter voltado à superfície com um bilhete onde os mineiros afirmavam estar bem. ?Estamos bem, em um refúgio, os 33?, diz o bilhete, mostrado pelo presidente.
                
                O acidente ocorreu no último dia 5 de agosto, em uma mina localizada perto da cidade de Copiapó. Os mineiros trabalhavam a uma profundidade de cerca de 700 metros quando uma rocha desabou.
                 

        (Estadão)

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Destaques da Honda no Salão de Milão 2019
CORREIO VEÍCULOS

Destaques da Honda no Salão de Milão 2019

CLÁUDIO HUMBERTO

Meu governo tem os olhos postos no mundo, mas em primeiro lugar no Brasil

Confira o seu astral para esta segunda-feira
OSCAR QUIROGA

Confira o seu astral para esta segunda-feira

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta segunda-feira: "Relacionamento sempre difícil"

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião