Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Pilotos criticam novo regulamento da Fórmula 1

16 MAR 10 - 08h:15
Os principais pilotos admitiram após o GP do Bahrein que o novo regulamento da Fórmula 1 deve deixar as provas da temporada 2010 mais tediosas. Para este campeonato, a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) decidiu proibir o reabastecimento. A prova foi vencida pelo espanhol Fernando Alonso, que ultrapassou o brasileiro Felipe Massa, assumindo o segundo lugar. Depois, o piloto espanhol contou com os problemas no motor do alemão Sebastian Vettel para assumir a liderança no Bahrein. “Ultrapassar é quase impossível, a menos que alguém cometa um erro”, disse Michael Schumacher, após a prova que marcou o seu retorno à Fórmula 1. “Isto é o que vamos ter com esse tipo de tática”, completou o alemão, que terminou em sexto e largou da sétima colocação. O inglês Lewis Hamilton terminou na terceira colocação, atrás de Massa. Ele aproveitou- se dos problemas de Vettel e antes havia superado Nico Rosberg. “Será um desafio diferente. O certo é que a competição não será tão excitante quanto na época em que havia reabastecimentos”, indicou. Massa acredita que as provas deverão ser praticamente definidas no treino de classificação e nos pit stops. “É óbvio que a classificação e as largadas serão provavelmente os dois elementos decisivos. Se pode dizer que depois da primeira curva as posições estão definidas”, disse.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

PARCERIA

Governo brasileiro inaugura escritório comercial em Jerusalém

SEM PARTIDO

Bolsonaro diz que sua situação partidária depende do TSE

DESASTRE

Terremoto de magnitude 6,9 atinge o sul das Filipinas e deixa ao menos um morto

Juvêncio deixa legado de obras e serviços na Capital
EX-PREFEITO

Juvêncio deixa legado de obras e serviços na Capital

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião