segunda, 16 de julho de 2018

PIB

PIB de Três Lagoas crescerá 300%

17 NOV 2010Por ADRIANA MOLINA04h:57

A fábrica de fertilizantes da Petrobras deverá, a partir de 2014 - quando entrará em funcionamento – produzir o mesmo impacto econômico que a Fibria, empresa de papel e celulose, que transformou Três Lagoas no maior exportador de Mato Grosso do Sul. A estimativa da Secretaria de Indústria do município é de que o Produto Interno Bruto (PIB) da cidade alcance acréscimos próximos aos 300% dentro de quatro anos.

O percentual é baseado no impacto da Fibria apenas entre 2009 e 2010, com a fabricação e comercialização de papel e celulose. “Tivemos esse acréscimo expressivo no PIB, que impactou inclusive no PIB do Estado, apresentando aumento de cerca de 3% por conta apenas dessa indústria”, disse o secretário de Indústria do município, Marco Garcia de Souza.
“A Petrobras somará de forma diferencial para Três Lagoas tanto quanto a Fíbria. Esperamos um boom no setor de fertilizantes na geração de empregos, renda, movimentação do comércio e da economia de um modo geral, assim como ocorreu com a Fibria”, comparou a prefeita de Três Lagoas, Márcia Moura (PMDB).

A expectativa do município é de também tornar-se o maior fornecedor de fertilizantes nitrogenados (amônia e ureia) de polos da produção agrícola do Brasil, como Mato Grosso e Goiás, além é claro, de Mato Grosso do Sul. Atualmente um dos maiores gargalos do setor é o alto custo desse tipo de insumo, que é importado. A produção da Petrobras Fertilizantes será exclusivamente para atender o mercado interno. (AM)

Leia Também