Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

sábado, 23 de fevereiro de 2019 - 16h03min

PIB da indústria cresce 10% em MS e atinge R$ 4,7 bi

21 JAN 10 - 06h:16ADRIANA MOLINA
O Produto Interno Bruto (PIB) industrial de Mato Grosso do Sul cresceu 10% em 2009, atingindo R$ 4,7 bilhões, conforme divulgado ontem pela Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul (Fiems). O percentual significa um grande avanço econômico para o Estado, que passou pela crise sem prejuízos relevantes no setor. Para 2010, a projeção da Federação é ainda mais otimista, a cifra pode chegar aos R$ 5,2 bilhões. Grandes centros não tiveram a mesma situação e apresentaram decréscimo do índice no ano passado. “São Paulo, por exemplo, teve redução de 4,5%. Nós, além do crescimento significativo, tivemos uma boa distribuição disso, com diversos segmentos sendo contemplados em vários municípios”, avaliou Sérgio Longen, presidente da Fiems. Segmentos O setor de alimentos e bebidas foi considerado o mais importante na formação do PIB industrial, respondendo por 60% do montante. Destaque ainda para o setor sucroalcooleiro, que, em 2009, aumentou em 30% a produção canavieira e abriu sete novas usinas, totalizando 21 plantas em operação. Mato Grosso do Sul contemplou 28% das novas usinas que entraram em operação na região Centro-Sul do Brasil (Sul, Sudeste e Centro- Oeste). Houve um incremento de 25% na produção de açúcar, saindo de pouco mais de 640 mil para 800 mil toneladas. A ampliação do setor fez com que o Estado alcançasse o segundo maior crescimento observado no País, atrás apenas do estado de Goiás. Na produção de álcool, o acréscimo foi de 31%, passando de 1,07 bilhão de litros em 2008, para 1,4 bilhão em 2009. Os setores considerados emergentes, como sucroenergético, papel e celulose, foram responsáveis por cerca de 50% do acréscimo em torno de R$ 475 milhões no PIB industrial do Estado. Só o segmento de papel e celulose, depois que duas grandes empresas iniciaram suas operações no Estado (Votorantim Celulose e Papel e International Paper), elevou o PIB industrial em cerca de R$ 40 milhões acrescidos ao indicador. Exportações Já a venda externa sulmato- grossense apresentou queda de 9% no ano passado. Em 2008, as exportações de produtos industrializados do Estado alcançaram US$ 1,34 bilhão, enquanto que em 2009 foram de US$ 1,2 bilhão. Os produtos que ganharam mais destaque no exterior foram as carnes. Em outubro de 2009, o produto rendeu ao Estado cerca de US$ 652 milhões. Em seguida, vieram o açúcar e álcool (US$ 160 milhões); minerais (US$ 106 milhões); e papel e celulose (US$ 78 milhões).
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Perícia em MS amplia capacidade de realizar exames de DNA contra crimes
SEGURANÇA PÚBLICA

Perícia amplia realização de exames de DNA contra crimes

Corrente arrecada doações para circo que pegou fogo no Jardim Los Angeles
SOLIDARIEDADE

Corrente arrecada doações para circo que pegou fogo

Idoso tenta matar o próprio filho com espingarda na Capital
UM DIA DE FÚRIA

Idoso ameaça matar o próprio filho com espingarda

Ex-PM que furtou cadáver deixa presídio após aval da Justiça
CASO ROSILEI

Ex-PM que furtou cadáver deixa presídio após 6 dias

Mais Lidas