Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

LADÁRIO

PF prende sete pessoas em operação para combater fraude em licitações

16 MAI 2011Por DIÁRIO ONLINE10h:04

A Polícia Federal cumpre, nesta segunda-feira, 7 mandados de prisão e outros 26 de busca e apreensão nas cidades de Corumbá; Ladário; Dourados e Campo Grande. A ação policial desta segunda-feira, 16 de maio, integra a Operação Questor, que investiga esquema de fraude em licitações públicas em algumas secretarias da Prefeitura de Ladário.

A operação acontece em conjunto com o Ministério Público Federal (MPF) e Controladoria Geral da União (CGU). A investigação da Polícia Federal acontece há um ano e já teria constatado desvios de recursos federais da ordem de R$ 500 mil, informou a assessoria de imprensa da PF.

De acordo com as investigações, a quadrilha era composta por funcionários públicos e empresários. Eles fraudavam procedimentos licitatórios que envolviam verbas públicas federais destinadas à saúde, educação e infraestrutura no município de Ladário.

Foram cumpridos quatro mandados de prisão temporária em Corumbá; dois em Ladário e um em Campo Grande. A investigação ainda tem reflexos no Rio Grande do Sul e Paraná, onde são cumpridos mandados de busca e apreensão nas cidades de Barão de Cotegipe (RS) e Maringá (PR).

Toda a documentação apreendida; bem como equipamentos e detidos são encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal de Corumbá

O Questor

O nome Questor faz referência ao administrador financeiro na Roma antiga. Os questores eram responsáveis pela coleta de impostos e supervisão do tesouro e da contabilidade do Estado. Em cada província romana, um questor pagava o exército e os funcionários do governo, coletava impostos e era a principal autoridade depois do governador da província.

Leia Também