quinta, 19 de julho de 2018

conluio

PF prende nove empreiteiros de MT por desvio de dinheiro federal

20 NOV 2010Por AGÊNCIA ESTADO, CUIABÁ04h:15

Um grupo de nove empreiteiros em conluio com servidores municipais da região do Vale do Araguaia (leste de Mato Grosso), três servidores do Estado, um da Caixa Econômica Federal e engenheiros podem ter causado um rombo de no mínimo R$ 40 milhões aos cofres públicos federais com desvio de verbas e fraudes em processos licitatórios em obras realizadas pelas prefeituras. As primeiras investigações incluíram apenas obras dos últimos três anos, em torno de 60, embora o esquema estivesse em operação, segundo a Polícia Federal, desde 2001.

O esquema que começou ser investigado em fevereiro deste ano foi desmontado ontem com a prisão temporária de 26 pessoas (nove empresários, três servidores estaduais e 14 municipais) durante a operação Atlântida da Polícia Federal, em Cuiabá, Barra do Garças, Pontal do Araguaia, Canarana, Novo São Joaquim e Ribeirãozinho. Os mandados foram expedidos pela juíza da 3ª vara Federal de Mato Grosso. Além das prisões, foram cumpridos 35 mandatos de busca e apreensão, sequestro dos bens de 33 investigados, sendo 26 de pessoas físicas e sete de empresas.

Além do desvio de verbas federais proveniente principalmente dos ministérios das Cidades e da Educação, o grupo fraudava procedimentos licitatórios principalmente com cláusulas restritivas, praticava o rodízio entre empresas e realizava subcontratação da empresa que "desistia" do certame.

Leia Também