Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

polícia

PF prende ex-chefe de delegacia da PRF e mais 7 em ação no RJ

25 MAR 2011Por terra16h:00

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira a Operação Pisca-Alerta S.A. para reprimir casos de corrupção envolvendo policiais rodoviários federais responsáveis pela fiscalização na BR-101 Sul (Rio-Santos), no Rio de Janeiro. A ação mobilizou 120 agentes. Oito policiais rodoviários federais haviam sido presos até as 12h30. Entre os detidos, está o ex-chefe da 3ª delegacia de Polícia Rodoviária Federal em Itaguaí. A informação é do delegado da PF, Fábio Galvão.

Os presos são suspeitos de participar de um esquema de corrupção, cobrança de propina e desvios de conduta de policiais rodoviários federais responsáveis pela fiscalização da rodovia BR-101 na região de Angra dos Reis, Itaguaí, Paraty e Mangaratiba.

Ainda de acordo com o delegado, 18 pessoas foram denunciadas pelo esquema. Destes, 15 são da PRF e outros três são empresários. Dos dez mandados de prisão expedidos,um não pôde ser cumprido porque o policial havia sido assassinado no dia 4 de março, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Os federais ainda buscam por mais um acusado de participação no crime.

Em nota, a Polícia Rodoviária Federal disse que colabora com a ação da PF e que "tem se empenhado em controlar os desvios de conduta de seus servidores". Ainda de acordo com a PRF, "os fatos que geraram as prisões ocorreram nos exercícios de 2009 e 2010".

A ação dá continuidade à Operação Guilhotina, deflagrada em fevereiro. Na época, cerca de 30 policiais civis e militares suspeitos de envolvimento em diversos crimes foram presos.

Com informações de O Dia.

Leia Também