Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FINAL DE SEMANA

PF apreendeu maconha e cocaína em rodovias

PF apreendeu maconha e cocaína em rodovias
11/04/2011 15:31 - da redação


Durante o final-de-semana a Polícia Federal efetuou duas apreensões de drogas.

A primeira apreensão ocorreu na última sexta-feira (8), por volta de 18hs na rodovia (BR 262) que liga Campo Grande a Terenos.

A PF interceptou um caminhão, conduzido por C. F. R. 45 anos, residente em Diadema, São Paulo. Ao realizar uma minuciosa vistoria os policiais encontram 16 pacotes contendo cocaína que estavam escondidos no filtro de ar e sob o teto da carroceria do veículo.

O motorista afirmou ter comprado a droga em Corumbá, fronteira com a Bolívia e teria como destino final a cidade de Diadema.

A outra ocorrência, na manhã de sábado (9), resultou na prisão de 4 pessoas e apreensão de 53 quilos de maconha.

Foram presos dois brasileiro: L.S.S, 19 anos, residente na Vila Palmira e M. S. D, 32 anos, desempregado residente em Rio Branco, no Acre. Os dois foram presos quando se encontravam no interior de uma garagem de ônibus, próximo à Praça do Papa, no exato momento em que recebiam três mochilas contendo 53 quilos de maconha dos paraguaios N. W. M, 21 anos, eletricista e B. V. V. C , 35 anos, pedreiro, ambos residentes na Vila Sobrinho, na Capital. Parte da maconha teria como destino a cidade de Rio Branco (AC).

Todos os presos foram autuados no crime de tráfico de drogas, podendo, cada um, pegar até 15 anos de reclusão.

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?