Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

PESOS PESADOS

'Pezão' derrota russo e faz história no MMA

13 FEV 2011Por YAHOO!12h:23

O Gran Prix dos pesos pesados do Strikeforce (segunda maior franquia de MMA do mundo) começou ontem, dentro do evento realizado em East Rutherford (New Jérsey/ EUA), de forma eletrizante e inusitada. Na luta principal, o até então ‘azarão’ brasileiro Antonio ‘Pezão’ Silva venceu Fedor Emilianenko por nocaute técnico no segundo assalto, eliminou a lenda russa precocemente da competição e carimbou a segunda derrota consecutiva no cartel - a primeira foi para o também brasileiro Fabrício Werdum, em junho de 2010 - de uma das maiores unanimidades da história da modalidade.

Com o sonoro resultado, o atleta paraibano se credenciou para a semifinal do torneio, que reúne originalmente oito lutadores. O adversário sairá do desafio entre Fabrício Werdum e o holandês Alistair Overeem, programado para a etapa de 9 de abril.

O novo revés, inclusive, levou Fedor, 34 anos, declarar que pode se aposentar em breve. “Talvez esta tenha sido minha última (luta). Tive jornada linda nesses anos no esporte, mas acho que chegou o momento. Desde já, obrigado a todos pelo apoio de sempre”, afirmou.

No duelo de ontem, o russo tentou imprimir o ritmo agressivo, com os cruzados demolidores característicos. ‘Pezão’ demostrou tranquilidade e defesas solidas, até o momento em passou a contragolpear de forma eficiente. Emilianenko levou para o chão e quase encaixou uma kimura (chave de braço), também bem bloqueada pelo brasileiro, que trouxe o embate novamente em pé. A nova troca de socos foi intensa, e ‘Pezão’ acertou os melhores golpes. Tanto que Fedor acabou a etapa com grande sangramento no nariz.

No segundo round, Silva mudou a tática. Imediatamente agarrou as pernas do oponente e levou para o solo, onde passou a guarda e conquistou a montada. Assim, passou a castigar o adversário com fortes socos. Visivelmente cansado, o russo apenas se defendia. O domínio foi tanto que o brasileiro arriscou verdadeira sequência de finalizações, que incluiu mata-leão (estrangulamento pelas costas), katagatame (estrangulamento lateral) e até chave de joelho.

O assalto terminou e Fedor apresentava grande hematoma no olho direito, fato que o impossibilitou de retornar e decretou a vitória histórica de ‘Pezão’ por nocaute técnico.

Na outra luta válida pelo GP, o russo Sergei Kharitonov venceu o bielorruso Andrei Arlovski por nocaute no primeiro assalto. Ele agora encara quem passar de Josh Barnett e Brett Rodgers, ambos norte-americanos, que também será realizada em 9 de abril.
Bom começo - No card preliminar, destaque para Igor Gracie, que estreou pela franquia nas lutas à parte do GP e precisou de poucos minutos para vencer John Salgado. O brasileiro encurtou a distância e fez prevalecer o jiu-jitsu ao encaixar o triângulo de mão (estrangulamento lateral), que obrigou o adversário desistir.

Card Principal
Antonio ‘Pezão’ Silva venceu Fedor Emilianenko por nocaute técnico
Sergei Kharitonov venceu Andrei Arlovski por nocaute
Shane Del Rosario finalizou Lavar Johnson
Valentijn Overeem finalizou Ray Sefo
Chad Griggs venceu Gian Villante por nocaute técnico
Card Preliminar
John Cholish finalizou Marc Stevens
Igor Gracie finalizou John Salgado
Sam Oropeza venceu Don Carlo-Clauss
Josh LaBerge venceu Anthony Leone por nocaute
Jason McLean venceu Kevin Roddy na decisão dividida 

Leia Também