Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Petistas esperam pelo apoio de Nelsinho a Dilma em MS

26 JAN 10 - 07h:18ADILSON TRINDADE E MARIA MATHEUS
Com a possibilidade de o governador André Puccinelli (PMDB) fechar com José Serra (PSDB) ou outro candidato tucano à Presidência da República, deputados federais do PT comentaram, ontem, sobre o desejo da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, de contar com a presença do prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), em seu palanque. Nelsinho já deu sinais de sua intenção de não apoiar Serra. Isso levou os petistas a apostar no reforço da segunda maior liderança do PMDB na campanha de Dilma em Mato Grosso do Sul. Embora não tenha participado diretamente da discussão de Nelsinho com a cúpula nacional do PT sobre a sucessão presidencial, o deputado federal Vander Loubet disse ter certeza do pedido do Planalto para o prefeito apoiar Dilma no Estado, no caso de o PMDB concretizar a aliança nacional com o PT. “Acho que isso, no mínimo, foi conversado”, comentou. Ele apontou a ajuda do Governo federal à administração de Nelsinho como sinal de entendimento político. Por isto, Vander não estranhou a possibilidade de Nelsinho ficar fora do palanque de Serra em Mato Grosso do Sul. “Essa posição de Nelsinho já está em sintonia com o caminho que o PMDB nacional vai tomar”, observou o parlamentar petista. Na sua avaliação, se o PMDB indicar a vice de Dilma, “seria incoerência ele (o Nelsinho), por todos os investimentos que o Governo federal tem feito em Campo Grande, apoiar outro candidato a presidente”. O prefeito, no entanto, evita entrar nesta polêmica. Ele não quis, ontem, falar sobre o assunto, mas também não negou a notícia sobre o desejo de ficar distante do palanque de Serra, mesmo que o governador André Puccinelli (PMDB) assuma compromisso com o PSDB no Estado. Apesar do suspense, Vander foi taxativo: “Eu não vejo como ele (prefeito Nelsinho Trad) não apoiar Dilma”. Para o deputado, o problema está no governador. Ele tem como adversário justamente um petista, o ex-governador José Orcírio dos Santos. Vander apontou as articulações de Puccinelli para forçar o Planalto a retirar a candidatura de José Orcírio. “Isto prova a tese de que o PMDB vai ficar com o PT”, comentou. Outro deputado petista, Antônio Carlos Biffi, tem a mesma opinião. Para ele, o PMDB vai fazer aliança nacional com o PT, formando a chapa Dilma Rousseff (presidente) e Michel Temer (vice). “Portanto, nada mais coerente da parte do Nelsinho o apoio a Dilma, porque o vice vai ser do seu partido e mais, ele tem recebido do Governo Lula e da Dilma uma atenção especial”, afirmou. Biffi não espera o mesmo compromisso do governador André Puccinelli, porque vai estar enfrentando José Orcírio na sucessão estadual. O que não é o caso de Nelsinho. Ele não estará disputando nenhum cargo eletivo em 2010 que possa comprometer o seu projeto político. Por isto, Biffi acredita no engajamento de Nelsinho na campanha de Dilma. “Não precisa subir no palanque do PT”, afirmou o deputado. Segundo ele, o prefeito “tem muitas maneiras de fazer campanha sem subir no palanque”. Aliás, ressaltou Biffi, “palanque é o que menos vai ter nessa eleição.” “É o corpo-a-corpo, caminhadas, manifestação de apoio e, neste caso, acredito numa participação do prefeito de forma efetiva”, declarou Biffi.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

PF investiga 221 'laranjas' e casos de desvio na eleição de 2018; um deles em MS
IRREGULARIDADE

PF investiga 221 'laranjas' e casos de desvio na eleição de 2018; um deles em MS

Irmãos paraguaios são mortos a tiros na fronteira
DUPLO HOMICÍDIO

Irmãos paraguaios são mortos a tiros na fronteira

Prefeitos de municípios de MS que podem ser extintos pedem fim de PEC
BAIXA RECEITA

Prefeitos de municípios de MS que podem ser extintos pedem fim de PEC

Começo das aulas na rede estadual de ensino é antecipado
ESCOLAS

Começo das aulas na rede estadual de ensino é antecipado

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião