Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

Petistas dizem que afastamento de Antônio João ocorreu para calar o PTB

13 MAI 2008Por 22h:10
     

O afastamento do jornalista, empresário e suplente de senador, Antônio João Hugo Rodrigues, da presidência regional do PTB equivale a uma manobra para enquadrar e calar a legenda. A opinião é do líder do PT na Assembléia Legislativa, deputado Paulo Duarte. "Parece-me que o fato do PTB agir como oposição no Estado e na Capital desagradou a direção nacional do partido, que decidiu intervir e acabou enquadrando a sigla, principalmente, em Campo Grande", comentou.

 

Para o parlamentar, a atitude do PTB nacional abala até mesmo a democracia. "É uma pena calar quem pensa de maneira diferente. A oposição é necessária. Uma eleição precisa ter contraponto e debate de qualidade. Essa história de homologar um candidato é ruim para a democracia", opinou.

 

        Independente da troca na direção do partido, o presidente regional do PT, deputado estadual Amarildo Cruz, mantém a intenção de ter o PTB do lado do PT na disputa pela sucessão da Prefeitura de Campo Grande. Os dois partidos chegaram a lançar uma frente de oposição, porém, o bloco acabou perdendo força. "Vou procurar a nova direção da legenda. Espero que o PTB continue na oposição, defendendo um projeto próprio e a bandeira histórica do partido", disse Amarildo.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também