Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Pesquisadores usam planta medicinal brasileira contra veneno da surucucu

20 JUL 10 - 20h:18
     

Uma pesquisa apresentada na manhã de hoje (20) pela Universidade Federal Fluminense (UFF) revelou que o barbatimão, uma planta medicinal da biodiversidade brasileira, pode neutralizar o veneno da cobra surucucu. A descoberta dessa propriedade do barbatimão pode significar um antídoto quase 50% mais barato do que o soro antiofídico usado atualmente.

De acordo com o orientador do estudo, o biomédico e professor do Instituto de Biologia da UFF André Lopes Fuly, a surucucu "é uma serpente que, apesar de registrar número de acidentes no Brasil pequeno [2% do total de mais de 49 mil casos registrados entre 2001 a 2006 pelo Ministério da Saúde], quando comparada com jararaca, responsável por 90% dos ataques, o índice de letalidade dela é bastante expressivo, três vezes mais letal que o da jararaca".

Fuly destacou ainda que o baixo número de acidentes também compromete a produção do soro para o veneno da surucucu. Para o biomédico, a escassez de pesquisas é apenas um dos aspectos que justificam a busca por alternativas antiofídicas.

"O soro é produzido por três laboratórios públicos no Brasil [Instituto Vital Brazil, em Niterói; Instituto Butantã, em São Paulo, e Fundação Ezequiel Dias, de Belo Horizonte] e tem vantagens e desvantagens, como qualquer outro tratamento. A vantagem é que, apesar do índice elevado de acidentes [com cobras], o número de óbitos é baixo. Mas as desvantagens são importantes, como as reações alérgicas dos pacientes [de 30% a 40% dos casos], que podem evoluir para o óbito, o processo de produção e logística de transportes é caro e, ainda, o soro não reverte os efeitos do veneno com 100% de eficácia", explicou Fuly.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Enterrado em Campo Grande corpo do cantor Ivo de Souza
LUTO

Enterrado em Campo Grande corpo do cantor Ivo de Souza

Gado é abandonado sem pastagem e rebanho pode ser sacrificado
CRIME AMBIENTAL

Rebanho é abandonado sem pasto e pode ser sacrificado

Festival de cultura movimenta UFMS nesta semana
CAMPO GRANDE

Festival de cultura movimenta UFMS nesta semana

Bahia usará uniforme manchado em manifesto pelas praias atingidas por óleo
BRASILEIRÃO

Bahia usará uniforme manchado em manifesto pelas praias atingidas por óleo

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião