Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Pesquisadores tentam datar obras de origem peruana que pertencem ao governo de São Paulo

26 AGO 12 - 21h:00agência brasil

Desde o último dia 21, estão expostas no Palácio dos Bandeirantes 66 pinturas de origem peruana, da Escola Cusquenha de Arte, que fazem parte do acervo do governo estadual. A exposição Cusquenhos nas Coleções de Arte dos Palácios – Reflexões traz obras que estão sendo investigadas com o objetivo da reclassificação e da valorização da obra cusquenha. Por meio de técnicas especiais, os pesquisadores estão descobrindo quais as reais datas da produção das obras e de onde vieram.

O estudo está sendo feito com o apoio do Instituto de Física da Universidade de São paulo (USP) e da historiadora Aracy Amaral. Os pesquisadores utilizam métodos como reflectologia de infravermelho, fluorescência de ultravioleta, radiografia e a classificação não destrutiva de análise de superfícies. Até agora, foram descobertas telas produzidas em três períodos diferentes, com três tipos de desenho.

“A investigação científica vem para confirmar que nem todas são cusquenhas coloniais, apesar de terem sido produzidas na região andina e terem sido trazidas ao Brasil com essa classificação. O objetivo do estudo é reclassificar e catalogar as obras para ter uma datação aproximada da produção”, disse a curadora do Acervo Artístico Cultural do Palácio do Governo do Estado de São Paulo, Ana Cristina Barreto de Carvalho.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

COPA AMÉRICA

Tite promove o retorno de Arthur à seleção para jogo com a Venezuela

IMPORTAÇÃO

Bolsonaro diz que avalia reduzir para 4% imposto sobre produtos de TI

REUNIÃO DO G20

Japão propõe mecanismo internacional para descarte de resíduo nuclear

CUIABÁ

Tribunal condena militar que tentou vender 120 quilos de carne do batalhão

Mais Lidas