ANSIEDADE

Pesquisa aponta as dez principais causas do mal do século

Pesquisa aponta as dez principais causas do mal do século
05/03/2011 05:30 - Terra


Considerada o mal do século 21, a ansiedade foi tema de uma pesquisa realizada na Inglaterra que buscou apontar quais as principais causas para o problema. A ansiedade é caracterizada por sensação ou sentimento decorrente da excessiva excitação do sistema nervoso central diante de uma situação que o cérebro identifica como perigo.
 

Acontecimentos como o primeiro dia em novo emprego, o nascimento de um filho e o casamento estão entre os principais fatores apontados. Quatro entre 10 pessoas passam cerca de duas horas por dia se preocupando com acontecimentos futuros.


Confira os principais resultados:

1. Dar à luz ou assistir ao nascimento do primeiro filho: 22%
2. Primeiro dia no emprego: 18.2%
3. Casamento: 12.3%
4. Cirurgias: 11.4%
5. Comprar uma casa: 8%
6. Perder a virgindade: 6%
7. Ser demitido: 5.7%
8. Problemas com a justiça: 4%
9. Primeiro beijo: 2%
10. Sair da casa dos pais: 1.9%
 

A pesquisa também pediu que os entrevistados apontassem as principais preocupações diárias, que geram mais ansiedade:
 

1. Pagar contas
2. Problemas no trabalho
3. Cuidar dos filhos
4. Tarefas domésticas
5. Cuidar da aparência
6. Chegar ao trabalho no horário
7. Responder aos e-mails
8. Reuniões
9. Planejar atividades sociais
 

O levantamento foi feito a pedido do canal pago Universal Channel para coincidir com o lançamento da série policial canadense Rookie Blue, e ouviu 2 mil pessoas.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".