Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Crime

Pescadores são presos com arma de fogo em rio de MS

30 DEZ 13 - 08h:59VÂNYA SANTOS

Policiais Militares Ambientais de Porto Murtinho fiscalizavam o Rio Paraguai no domingo (29), quando surpreenderam dois homens paraguaios, que além de pescarem no lado brasileiro em período de piracema, utilizavam tarrafa e espinhel (petrechos proibidos). De acordo com a PMA, eles capturaram pescado fora da medida permitida e estavam com uma espingarda de caça.

Os pescadores foram presos quando estavam numa chalana, armando espinheis. Ao avistar os policiais, eles jogaram uma tarrafa no rio. Na embarcação foram encontrados 30 quilos de peixes capturados com os petrechos proibidos e uma espingarda calibre .22 com 31 munições.

Ao todo, foram apreendidos: a arma, o pescado, a embarcação, um motor de popa, 5 espinhéis com 48 anzóis, 2 remos e um aparelho de celular que era utilizado para informação sobre a fiscalização.

Os pescadores, residente no Paraguai (PY) receberam voz de prisão e foram conduzidos à Delegacia de Porto Murtinho, onde foram autuados em flagrante por crime de pesca predatória e porte ilegal de arma.

Pelo crime ambiental de pescar em período de piracema e com petrechos proibidos poderão pegar pena de um a três anos de detenção. Pelo crime de porte ilegal de arma poderão pegar pena de dois a quatro anos de reclusão. Cada pescador também foi multado em R$ 1,3 mil.  

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Projeto de privatização da Eletrobras chega ao Congresso em novembro

ECONOMIA

Índice de Confiança do Empresário Industrial fica estável pelo 3º mês

ECONOMIA

Intenção de consumo das famílias cresce pelo terceiro mês

BRASIL

Governo libera orçamento de universidades federais

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião