Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FUTEBOL

Peruano forja sequestro, vai bêbado a treino e é expulso de clube

Peruano forja sequestro, vai bêbado a treino e é expulso de clube
11/03/2011 21:20 - EFE


O atacante peruano Reimond Manco, do Atlante-MEX, foi expulso da equipe mexicana após chegar alcoolizado a um treino e inventar um sequestro. A informação foi divulgada nesta sexta-feira pelo presidente do clube, José Antonio García.


O presidente do Atlante explicou que o peruano já tinha aparecido alcoolizado há pouco mais de uma semana e, na época, tinha deixado passar a indisciplina.
 

Manco tem antecedentes desse tipo em seu país. No ano de 2008, organizou uma festa antes de uma partida com vários jogadores e, em outra vez, chamou uma mulher para a concentração da equipe que se preparava para o Sul-Americano Sub-20 da Venezuela.
 

Segundo a imprensa, um dos escândalos mais famosos foi quando escapou de uma concentração da seleção no Panamá para ir a um cassino.
 

No início de janeiro deste ano, Somália, do Botafogo, tinha inventado um sequestro também. E, assim como o jogador peruano, a mentira do brasileiro foi descoberta. No caso, o volante da equipe carioca teve que pagar R$ 22 mil em cestas básicas

Felpuda


Em uma das eleições em MS, candidato já oficializado na convenção corria o trecho para conquistar os eleitores. Mal sabia, porém, que time do seu partido e de aliados estava tramando sua derrubada para emplacar substituto que teria mais votos. Por muito pouco, o dito-cujo não foi guilhotinado, conseguindo salvar o pescoço. Agora tudo indica que o mesmo processo estaria em andamento e seria mais fácil, pois a “vítima” desta vez ainda é só pré-candidato. Dizem que a “turma da trairagem” tem know-now no assunto.