Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

Futebol

Peruano forja sequestro, vai bêbado a treino e é expulso de clube

11 MAR 2011Por EFE21h:20

O atacante peruano Reimond Manco, do Atlante-MEX, foi expulso da equipe mexicana após chegar alcoolizado a um treino e inventar um sequestro. A informação foi divulgada nesta sexta-feira pelo presidente do clube, José Antonio García.


O presidente do Atlante explicou que o peruano já tinha aparecido alcoolizado há pouco mais de uma semana e, na época, tinha deixado passar a indisciplina.
 

Manco tem antecedentes desse tipo em seu país. No ano de 2008, organizou uma festa antes de uma partida com vários jogadores e, em outra vez, chamou uma mulher para a concentração da equipe que se preparava para o Sul-Americano Sub-20 da Venezuela.
 

Segundo a imprensa, um dos escândalos mais famosos foi quando escapou de uma concentração da seleção no Panamá para ir a um cassino.
 

No início de janeiro deste ano, Somália, do Botafogo, tinha inventado um sequestro também. E, assim como o jogador peruano, a mentira do brasileiro foi descoberta. No caso, o volante da equipe carioca teve que pagar R$ 22 mil em cestas básicas

Leia Também