Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 11 de dezembro de 2018

internacional

Peru fará parte do trajeto do Rally Dakar de 2012

23 MAR 2011Por ESTADÃO13h:00

Os organizadores do Rally Dakar confirmaram oficialmente nesta quarta-feira que o Peru fará parte do trajeto da edição de 2012 da tradicional prova. Será o quarto ano seguido em que a corrida ocorrerá na América do Sul, após a competição deixar de ser disputada na África por razões de segurança. A última edição do rali em solo africano aconteceu em 2007, sendo que em 2008 o evento não foi realizado.

Segundo confirmaram os organizadores, a edição do próximo ano do Rally Dakar terá a sua largada em Mar del Plata, na Argentina, e irá até Lima, capital do Peru, palco da chegada. O novo trajeto, que será percorrido entre os dias 1.º e 15 de janeiro de 2012, terá cerca de 9.000 quilômetros, nos quais os participantes passarão por trechos cercados por oceanos, montanhas e desertos.

Na última terça-feira, o presidente do Instituto Peruano de Esportes, Arturo Woodman, já havia confirmado a entrada do Peru no Rally Dakar e revelou que as cidades de Tacna, Arequipa, Moquegua e Ica farão parte do trajeto.

Nos últimos três anos, a prova foi disputada na Argentina e no Chile, tendo a chegada e a largada acontecendo em Buenos Aires. Em 2012, então, o Peru entrou na rota final no rali, que terá agora três países sul-americanos.

BRASIL FAZ LOBBY - Após o Peru entrar oficialmente no Rally Dakar, o Brasil já começa a fazer o seu lobby para também poder integrar a rota da prova. "Cada vez mais os organizadores do Rally Dakar descobrem o potencial que nosso continente tem para o esporte a motor. Creio que um dia o Brasil também consiga fazer parte deste grande evento, até por conta da boa publicidade do Rally dos Sertões, a competição brasileira que também faz sucesso em outros países", afirmou Jean Azevedo, da equipe Petrobras Lubrax, que foi o melhor colocado entre os brasileiros em todas as categorias na última edição do Dakar, com o sétimo lugar entre as motos.

André Azevedo, primeiro sul-americano a subir ao pódio do Rally Dakar e um dos responsáveis pela equipe Petrobras Lubrax, também fez campanha pela entrada do Brasil no percurso da prova. "(A confirmação do Peru) Era o que eu esperava, após conversas com amigos da organização do Dakar que tive ao final da última edição. Eles estão querendo ampliar o número de países sul-americanos e ainda esperam um retorno das autoridades brasileiras contactadas, para avaliação do Rali Dakar passar pelo território brasileiro no futuro", disse o veterano piloto, que participou pela primeira vez da tradicional prova em 1988.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também