Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

pela 6ª vez

Perspectiva de crédito para as empresas recua

2 MAI 2011Por FOLHA ONLINE09h:59

A perspectiva de crédito para as empresas em um horizonte de seis meses recuou 0,5% em março, registrando a sexta queda consecutiva, atingindo o valor de 100,8, de acordo com o indicador da Serasa Experian divulgado nesta segunda-feira.

O resultado sinaliza que os cortes no Orçamento da União e os juros mais elevados devem provocar uma desaceleração na atividade econômica, especialmente durante o segundo semestre. Em um cenário de crescimento menos acelerado, a demanda das empresas por capital de giro tende a ser mais moderada, observam os economistas da Serasa.

Para o consumidor, o indicador ficou estável em março, no mesmo patamar de fevereiro (99,6 pontos). Essa estabilidade, após 11 recuos mensais seguidos, sinaliza que o crédito deverá prosseguir na sua trajetória de gradual desaceleração, avaliam os economistas da entidade.

A elevação do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e a atual trajetória de aumento da taxa básica de juros, completam, vão contribuir para moderar o ritmo de expansão do crédito ao consumidor durante os próximos meses.

Leia Também