Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Perigo de extinção para 25 espécies de primatas

21 FEV 10 - 07h:53
Vinte e cinco espécies de primatas vão desaparecer se não forem tomadas rapidamente medidas eficazes para protegêlas, segundo relatório divulgado nesta semana pela União Mundial para a Conservação da Natureza (IUCN) e por outras organizações de defesa da biodiversidade. No total, cerca da metade (48%) das 634 espécies de primatas que vivem na Terra já estão na lista vermelha das espécies ameaçadas. Um aumento muito rápido, pois em 2007 apenas 25% estavam em perigo, segundo um informe anterior da União. Entre as espécies mais ameaçadas de desaparecimento, cinco estão em Madagascar, seis no continente africano, onze na Ásia e três na América do Sul e Central, segundo o último informe divulgado por 85 especialistas do mundo inteiro. O mais ameaçado de todos é o langur de Cat Ba (Trachypithecus poliocephalus), do nordeste do Vietnã, do qual há apenas entre 60 e 70 espécimes. Na mesma região, a população de gibões de crista negra (Nomascus nasutus) está limitada a cerca de 110 indivíduos. Em Madagascar restam menos de cem lêmures pertencentes à espécie Lepilemur septentrionalis, também citada no informe. As espécies mais ameaçadas não são aquelas cuja população é a mais reduzida, e sim aquelas cujos habitats estão sendo destruídos e que continuam sendo caçadas pelo homem. “De fato, a espécie de primata mais rara é o gibão de Hanan (China). Mas os chineses já aplicam medidas de conservação muito rigorosas. Mas isso não está na lista, pois há pouco a acrescentar” a esses trabalhos de conservação, declarou Simon Stuart, presidente da Comissão de Sobrevivência das Espécies da União. No reino animal, “os primatas pertencem aos grupos de vertebrados em maior perigo”, ressaltou o presidente do grupo de especialistas sobre primatas da IUCN, Russell Mittermeier, em um comunicado divulgado pela IUCN e por várias ONGs de defesa da biodiversidade em ocasião da apresentação do relatório no zoológico de Bristol, na Grã-Bretanha. O objetivo da lista das 25 espécies de primatas mais ameaçadas é “chamar a atenção do público, incitar os governos a fazer mais, e, em particular, encontrar meios de aplicar medidas de proteção urgentes”, explicou Mittermeier. “Quando a espécie está confinada a um pequeno território, não é caro para a sociedade protegê-la”, disse Stuart. “Mas uma coisa é salvar uma espécie da extinção, como fazem os chineses, e outra é falar de repovoar”, ressaltou o especialista.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Dia do Pantanal pode entrar no calendário de eventos de Mato Grosso do Sul
BIOMA IMPORTANTE

Dia do Pantanal pode entrar no calendário de eventos de MS

Protagonista de aditivo milionário, wi-fi é a próxima etapa do Reviva
RUA 14 de JULHO

Protagonista de aditivo milionário, instalação do wi-fi é a próxima etapa do Reviva

MP de Bolsonaro acaba com necessidade de registro profissional
DELEGACIA DO TRABALHO

MP de Bolsonaro acaba com necessidade de registro profissional

Morador de rua é encontrado morto com sinais de violência sexual
CAMPO GRANDE

Morador de rua é encontrado morto com sinais de violência sexual

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião