Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

Perfil falso de Bolsonaro postou ataque 7 dias antes

9 ABR 2011Por yahoo06h:00

Um perfil anônimo no Orkut postou, sete dias antes da chacina na escola Escola Municipal Tasso da Silveira, uma mensagem que falava de uma chacina num colégio do Rio de Janeiro. O texto, que também foi publicado por um perfil falso do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) na mesma rede social, num fórum que debate o bullying afirma que "em breve teremos um documentário estilo Columbine nas telinhas nacionais", se referindo ao massacre na escola americana em Littleton, Colorado, que terminou com 13 mortos e 25 feridos .

"Nem estou chorando, apenas me preparando para uma chacina que irei fazer no colégio que fui bulinado (sic). Em breve teremos um documentário estilo Columbine nas telinhas nacionais. Aguardem....", diz a mensagem.

O deputado Jair Bolsonaro afirmou na quinta-feira que não sabia sobre o perfil falso. Bolsonaro disse ainda que não possui qualquer conta numa rede social, e se colocou à disposição para ajudar nas investigações:

- Meu nome foi o mais falado esta semana no twitter, nas páginas eletrônicas. Eu sou o nome do momento. Isso pode ser alguém querendo associar minha imagem ao caso. Se eu começar a tentar processar todo mundo eu vou ficar maluco, mas, lógico, que tudo que puder fazer para ajudar eu faço. Deixo meu computador ou o que precisar à disposição para as investigações - afirmou ele.

A comunidade "No Escuro", onde a mensagem foi postada, convoca seus mais de 46 mil membros a contarem seus segredos e medos, e a confessar suas fraquezas. De acordo com a assessoria de imprensa do Google, responsável pela rede social, não há como falsificar a data que uma mensagem é postada, o que confirma que o texto foi publicado sete dias antes do ataque.

Leia Também