sexta, 20 de julho de 2018

Caminho da soja

Perdas na colheita superam R$ 130 milhões

20 SET 2010Por Rosana Siqueira10h:27

Rosana Siqueira

Da tranquilidade da lavoura até chegar à porta das cerealistas ou indústrias para ser esmagada, a soja registrou perdas superiores a R$ 130 milhões, na última safra, por conta da má-regulagem nas colheitadeiras e o transporte em rodovias precárias de Mato Grosso do Sul.
Cálculos de pesquisadores da Embrapa Soja, de Londrina, apontam que que apenas na falta de manutenção correta das colhedoras, os agricultores perderam cerca de 3,4 milhões de sacas de soja. A área plantada no ciclo 2009/2010 foi de 1,7 milhão de hectares no Estado. Ou seja apenas dentro da fazenda, considerando o custo atual do grão, de R$ 38, a quebra ficou em torno de R$ 129,2 milhões que deixaram de entrar no bolso dos produtores. À época da colheita da safra deste ano, com a soja a R$ 28,50, o prejuízo também seria grande, aproximadamente  R$ 97 milhões.  
Se somarmos as perdas que o produtor teve no transporte da soja pelas rodovias estaduais, a quebra em grãos é de 6,5 mil toneladas, o que equivale a um rombo de R$ 4,1 milhões. O saldo negativo foi absorvido pelos produtores e as transportadoras, já que o Governo cobra o ICMS antecipado e acaba não computando este prejuízo.

Leia Também