Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Perdão de dívidas até R$ 10 mil vai facilitar vida do contribuinte, diz Mantega

20 AGO 08 - 19h:30
     Da Redação
        
        

        O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse na manhã desta quarta-feira que a proposta de perdão da dívida de até R$ 10 mil vai facilitar a vida dos contribuintes. Segundo ele, essas pessoas começaram com dívidas pequenas e não conseguiram pagar esse montante. Daí a visão do governo de que é necessário dar o perdão a esses devedores
        
        Mantega destacou que essa é a maneira que o governo tem de permitir ao cidadão com renda menor regularizar sua situação com a União. Quanto aos grandes devedores, o ministro disse que o governo vai ser mais rigoroso e vai encurtar o tempo de tramitação dos processos da dívida ativa da União.
        
        Ele reclamou que os grandes devedores têm bons advogados e terminam prorrogando os processo por 12, 13 anos. A proposta do governo é que esses processos devem tramitar em cinco ou seis anos.
        
        Mantega fez as declarações em entrevista a emissoras de rádio do estúdio da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), no programa Bom Dia, Ministro.


        

        
        

Com informações da Agência Brasil
        
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

AÇÃO DISCIPLINAR

Fux volta atrás e libera julgamento de ação contra Dallagnol

Ação corre no Conselho Nacional do Ministério Público
Mato Grosso do Sul tem a 2ª menor taxa de desempregados do País
EMPREGOS

Mato Grosso do Sul tem a 2ª menor taxa de desempregados do País

ECONOMIA

Petrobras assina contrato de venda da Liquigás por R$ 3,7 bilhões

Secretário de Saúde também é citado em suposto esquema de compra de votos
INVESTIGAÇÃO

Secretário de Saúde também é citado em suposto esquema de compra de votos

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião