Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Pentágono diz que livro sobre Bin Laden tem informações secretas

5 SET 12 - 06h:00terra

Um livro escrito por um ex-militar contando a ação que resultou na morte de Osama bin Laden, em 2011, contém informações que deveriam ser secretas, disse um porta-voz do Pentágono na terça-feira, acrescentando que medidas judiciais estão sendo estudadas.

Mas um coautor da obra negou que o livro contenha qualquer informação que possa colocar em risco a segurança das forças especiais da Marinha ou as suas futuras missões.

O livro "No Easy Day" narra a sigilosa operação ao cabo da qual membros da Equipe 6 do Seal, uma força especial da Marinha, invadiram de helicóptero a casa onde Bin Laden vivia, no interior do Paquistão, e encerraram dez anos de caçada contra o fundador da rede Al Qaeda.

Ainda não está claro se o governo vai processar criminalmente o autor principal do livro, Matt Bissonnette, um dos militares que passaram a ser tratados como heróis nacionais por terem matado Bin Laden, mentor dos atentados de 11 de setembro de 2001 nos EUA. O livro, que começou a ser vendido na terça-feira, foi lançado sob o pseudônimo de "Mark Owen".

George Little, porta-voz do Pentágono, disse que é "lógico" que o livro deveria ter sido submetido ao governo antes da publicação. "Informações sensíveis e reservadas estão contidas no livro", disse Little a jornalistas.

"Quando você tem unidades de operações especiais que realizam essas missões, há táticas, técnicas e procedimentos, sem falar de vidas humanas, que estão em jogo", afirmou.

"E é o auge da irresponsabilidade não ter esse tipo de material checado quanto à possível revelação de informações reservadas. E temos preocupações muito sérias depois de revisarmos o livro."

Mas o veterano jornalista Kevin Mauren, que ajudou Bissonnette a escrever o livro, insistiu que o ex-militar foi muito cuidadoso sobre o que incluiria na obra.

"Quando trabalhamos nesse livro, Mark Owen foi meticuloso em aderir ao seu desejo de nunca fazer nada que abalasse a missão do Seal ou que colocasse seus ex-colegas em perigo", disse Maurer em email à Reuters.

"Eu pessoalmente sinto que Mark é um herói que escreveu um livro que celebra seus colegas e os Seals, e que quando as pessoas tiverem a chance de ler esse livro elas vão concordar", acrescentou Maurer.

Anteriormente, o advogado de Bissonnette já havia questionado se ele tinha a obrigação jurídica de submeter o livro às autoridades antes da publicação.

Little disse que, apesar das preocupações com o conteúdo, o Pentágono não vai impedir o livro de ser vendido em instalações militares.

O livro contém fotos coloridas de armas, capacetes e óculos de visão noturna, entre outros equipamentos, além de imagens de paraquedistas do Seal treinando sobre o Grand Canyon.

Little disse que não discutiria "avaliações de danos" decorrentes do livro. "Pode, francamente, ser cedo demais para dizer. O livro ainda não foi amplamente distribuído, mas vamos ver."

Na terça-feira, o livro já aparecia em primeiro lugar na lista de best-sellers do site Amazon.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Guarani aposta em sequência no Brinco de Ouro para respirar na Série B
BRASILEIRÃO

Guarani aposta em sequência no Brinco de Ouro para respirar

Almôndegas de carne moída ao forno recheadas
RECEITA

Almôndegas de carne moída ao forno recheadas

MALHA AÉREA

Seis municípios de São Paulo passarão a receber voos até o fim do ano

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta terça-feira: "Novas soluções para a saúde"

Mais Lidas