segunda, 16 de julho de 2018

ASSALTOS A BANCOS

Pelo menos 23 pessoas morreram em 2010

5 JAN 2011Por ESTADÃO19h:40

Ao menos 23 pessoas morreram em assaltos envolvendo bancos em todo País durante o ano de 2010, segundo levantamento de dados feito pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) com base em informações da imprensa.

Das vítimas, oito são vigilantes, oito são clientes, duas são policiais, uma bancário e outras quatro eram pessoas que estavam nas proximidades. Os casos ocorreram em São Paulo (5), Rio Grande do Sul (3), Rio de Janeiro (3), Pará (2), Pernambuco (2), Paraná (3), Minas (2), e um caso cada na Bahia, Maranhão e Distrito Federal.

Entre as ocorrências, há dez crimes conhecidos como "saidinha de banco", que segundo o diretor da Contraf-CUT e coordenador do Coletivo Nacional de Segurança Bancária, Ademir Wiederkehr, "começa dentro das agências e, por isso, esse crime não é somente um problema de segurança pública como alegam certos bancos, mas é um golpe que também precisa ser enfrentado por eles, através do reforço dos equipamentos de prevenção e os lucros permitem investir mais em segurança".

Para o Contraf, os bancos precisam ampliar as medidas preventivas, como procedimentos que dificultem a visualização por terceiros das operações dos clientes nas agências e postos, como a instalação de divisórias individualizadas e biombos entre a fila de espera e os caixas, além de portas de segurança com detectores de metais, câmeras de filmagem com monitoramento em tempo real e vidros blindados nas fachadas.

Leia Também