Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Pedreiro Amarildo tem morte presumida declarada

Pedreiro Amarildo tem morte presumida declarada
04/02/2014 17:32 - folhapress


A Justiça do Rio acatou o recurso apresentado pela mulher e pelos filhos do pedreiro Amarildo Dias de Souza e declarou a morte presumida dele, que está desaparecido desde o ano passado. A decisão dos desembargadores da 5ª Câmara Cível foi unânime, segundo divulgou hoje o Tribunal de Justiça.

Em primeira instância, a Justiça havia negado o pedido da família do pedreiro. Na ocasião, o juiz responsável afirmou que "o desaparecimento teria ocorrido quando Amarildo se encontrava em poder de agentes do Estado, o que, por si só, não geraria perigo de vida. Não foi noticiado qualquer confronto armado, perigo real que justifique a declaração de morte presumida do mesmo".

Amarildo desapareceu após ser levado por policiais militares durante uma operação na favela da Rocinha (zona norte), realizada em 14 de julho de 2013. A declaração de morte presumida abre um caminho para que a família do pedreiro possa pedir uma indenização ao Estado do Rio.
Até agora, 25 policiais foram denunciados pelo caso. 

Felpuda


Acontecimentos policiais de grande repercussão deverão refletir seriamente na jornada de uns e de outros. Os cortes nos “tentáculos do polvo” os deixaram sem respaldo para enfrentar a maratona que há tempos participam, e com sucesso. Ao mesmo tempo que ficaram sem o aconchego financeiro, afastaram-se do abraço, até então muito amigo, preocupados com o ditado popular que afirma:  “Diga-me com quem andas e eu te direi quem és”.