Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

ZAV E PLANALTO

Pecuaristas terão que vacinar todo o rebanho

23 ABR 2011Por da redação13h:09

Na próxima etapa de vacinação contra a febre aftosa, todo o rebanho localizado no planalto e na Zona de Alta Vigilância (ZAV) de Mato Grosso do Sul deverá ser imunizado. A norma foi estabelecida pela portaria 2.263 da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) publicada na semana passada no Diário Oficial. A vacinação abrange todo o rebanho e não somente os animais que possuem de 0 a 24 meses, como ocorria anteriormente. A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul) orienta para que os pecuaristas fiquem atentos ao calendário de vacinação.

Para os animais que pertencem ao Pantanal, não houve mudança. Os pecuaristas desta região que optaram por vacinar em maio deverão continuar imunizando todo o rebanho. A vacinação de bovinos e bubalinos, tanto na ZAV quanto no Planalto, deverá ocorrer entre primeiro e 31 de maio. Já no Pantanal, a imunização será realizada entre primeiro de maio e 15 de junho.

Cadastro único

Conforme o decreto estadual nº 13.150, de 14 de abril de 2011, após a vacinação e contagem do rebanho, será obrigatória a apresentação da Declaração de Estoque efetivo de Animais Bovinos e Bubalinos existentes no estabelecimento na data da vacinação. Para preencher a declaração o produtor deverá acessar a internet no endereço www.fazenda.ms.gov.br, imprimir duas vias, assinar, reconhecer firma e entregar juntamente com o comprovante de vacinação (CT-13) em qualquer AGENFA. A medida tem o objetivo de unificar as informações da administração pública (IAGRO e SEFAZ) sobre o rebanho bovino e bubalino existente em cada propriedade.

Leia Também