Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

PEC que diminui pela metade número de deputados federais não empolga

14 JUL 08 - 20h:40
     

Lidiane Kober e Lívia Ferreira

 

Apresentada no último dia 8 pelo deputado federal Clodovil Hernandes (PR-SP) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 279/2008) que reduz para a metade o número de parlamentares federais na Câmara divide as opiniões entre os representantes da bancada federal de Mato Grosso do Sul e não empolgou. Pela PEC, que já recebeu 172 assinaturas de apoio dos deputados, o número de parlamentares na Casa cairia de 513 para 250. Mato Grosso do Sul, que hoje tem oito parlamentares na Câmara, ficaria com quatro.

Apesar de considerar interessante o debate, o deputado Vander Loubet (PT) está descrente em relação à tramitação da proposta. "Dificilmente a PEC terá sustentação política, por conta das divergências nos interesses regionais. Imagino que o projeto será todo retalhado depois de receber uma enxurrada de emendas", comentou. Também observam dificuldades de a matéria vingar os deputados Nelson Trad (PMDB), Geraldo Resende (PMDB) e Antônio Carlos Biffi (PT).

No entanto, caso o projeto vingue e ganhe a adesão da maioria dos deputados, Vander Loubet e Dagoberto Nogueira (PDT) querem emplacar pelo menos uma alteração: aumentar o número mínimo de representantes de cada Estado de quatro para oito.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Novo Mercedes-Benz CLA 250
CORREIO VEÍCULOS

Novo Mercedes-Benz CLA 250

Sem restrição de área, Uber adota PIN em bairros com grande número de crimes
CAMPO GRANDE

Sem restrição de área, Uber adota PIN em bairros com grande número de crimes

Chuva tem vento forte e granizo em Campo Grande
TEMPORAL

Chuva tem vento forte e granizo em Campo Grande

BRASIL

Brasil tem 10,7 milhões de pessoas com deficiência auditiva, diz estudo

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião