Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

PayPal acusa Google de roubar segredos comerciais

29 MAI 2011Por terra12h:40

Menos de um dia após o lançamento do Google Wallet, serviço de pagamento com smartphone via NFC (por contato próximo, substituindo cartões de débito e crédito), o gigante da internet é acusado de roubar segredos comerciais. É o que diz o PayPal, a unidade de pagamento online pertencente ao eBay, que segundo o jornal The Guardian, está processando o Google por ter obtido acesso aos seus projetos de pagamento via smartphone a partir da contratação de dois de seus ex-executivos, que também estão sendo processados.

O PayPal entrou com uma ação na Califórnia loga após o lançamento feito pelo Google em Nova York, nos Estados Unidos. A empresa alega que dois de seus executivos, Osama Bédier e Stephanie Tilenius foram contratados pelo Google para ter acesso aos segredos comerciais do PayPal e que agora estes conhecimentos estão sendo utilizados no Google Wallet. Ambos executivos citados na ação estavam na apresentação em Nova York e comandaram o lançamento do sistema de pagamento para celulares do Google, em parceria com a MasterCard, Citigroup e a operadora de telefonia móvel Sprint.

De acordo com o The Guardian, na ação, o PayPal alega que Bedier foi entrevistado para o emprego no Google enquanto ele negociava em nome do PayPal um aplicativo de vendas para os smartphones com Android. O processo também traz a alegação de que Bedier transferiu versões atualizadas de documentos que delineiam as estratégias do PayPal para pagamentos em celulares a um computador de sua propriedade, dias antes de trocar o PayPal pelo Google.

Bedier trabalhou por nove anos na empresa de pagamentos via internet, chegando a ser vice-presidente. Tilenius atuou por quase dez anos no eBay, tendo sido consultora do PayPal até março de 2010. Tilenius é acusada de ter recrutado Bedier, o que representa violação de seu contrato com o eBay. O processo também alega que Bedier tentou recrutar outros ex-colegas no PayPal.O Google, segundo o jornal, disse que não comentaria o caso por não ter visto uma cópia do processo ainda.

O eBay alegou que o PayPal e o Google colaboraram estreitamente durante três anos, até alguns meses atrás, no desenvolvimento de um acordo comercial sob o qual o PayPal serviria como opção de pagamento para a compra de aplicativos para celulares nos aparelhos acionados pelo sistema operacional Google Android.

O processo coloca em destaque a batalha cada vez mais intensa entre diversas empresas, do mundo financeiro tradicional e do Vale do Silício, que estão tentando conquistar posições importantes no que vem sendo descrito como uma oportunidade trilionária no segmento de pagamentos para celulares. O celular é visto como a carteira digital do futuro.

Leia Também