Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CASA

Pátina é opção barata e sustentável para mudar a decoração

Pátina é opção barata e sustentável para mudar a decoração
31/08/2012 00:00 - terra


Cansado da decoração da sua casa, mas sem dinheiro para comprar móveis novos? Não se preocupe. Nem sempre é preciso trocar tudo para mudar o visual de um ambiente. A pátina, técnica surgida na época da Revolução Francesa, ajuda a recriar a decoração apenas “reciclando” móveis.

Meyre Aguiar, do escritório de decoração Restaur’Art, de São Paulo, define a pátina como uma restauração com acabamento. Existem diversas técnicas e estilos, mas o princípio é o mesmo: revestir o móvel com tintas ou materiais que podem tanto “envelhecer” uma peça nova quanto reinventar o visual de um objeto antigo.

Originalmente, pátina é o nome dado à película que se forma sobre esculturas de bronze ou cobre devido à oxidação – mudando seu aspecto. No fim do século XVIII, artesãos da região da Provença, no sul da França, desenvolveram um método para provocar esse efeito em outros materiais sem a ação do tempo. Assim nasceu a chamada pátina provençal.

Nessa época os artesãos usavam uma massa de gesso e cola para esconder os defeitos de uma madeira inferior. Com o tempo, a pátina se desgastava e o móvel adquiria a aparência que se tornou sinônimo de elegância quando a rainha Maria Antonieta usou a técnica para decorar sua “pequena vila” nos Jardins de Versalhes. Há quem diga, também, que o estilo ficou famoso quando os nobres franceses tiveram de abandonar suas casas para escapar da perseguição durante a Revolução Francesa e os móveis dessas residências ficaram desgastados.

Seja como for, o artista plástico Piasson, de Curitiba, diz que as diferentes técnicas utilizadas hoje são uma variação do estilo provençal. “Cada país ou lugar criou variações da técnica e dos materiais usados”. De acordo com a artista plástica e decoradora Cinthya Vaz, de Cotia, os artesãos vão nomeando as diferentes técnicas, porém, basicamente, a pátina é uma pintura com duas cores que dá um efeito de riscado. Uma dessas variações é o decapê, que encapa a madeira com uma massa. 

Felpuda


Ao que tudo indica, partido teria criado “racha” apenas visando jogar para a plateia, e, assim, quem estava com a corda toda anunciou que se prepara para o desembarque. Nos bastidores o que se ouve é que o tal fundo partidário seria o motivo da desavença e que quem nunca comeu mel quando come se lambuza. Só que não. A estratégia é continuar “dono” da atual legenda e “tomar a frente” de partido que está em fase embrionária. Tudo inspirado na “velha política”.