Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

POLÍTICA

Passos para testar a qualidade

Passos para testar a qualidade
21/05/2010 08:18 -


As molas dos sofás são elementos importantes para o conforto dos mesmos. Devem estar juntas e bem apertadas, de tal modo que ao se sentar não deverá ouvir qualquer tipo de estalo. Se ouvir uns estalidos, é sinal que algo não está bem. Portanto, não será uma boa opção de compra.

Atenção aos tecidos na hora de escolher um novo sofá. Por exemplo: os têxteis (algodão e linho) são mais resistentes, no entanto, prendem muito na decoração. Os sintéticos e microfibras são uma boa opção e têm a vantagem de serem mais resistentes às manchas que os têxteis. As fibras naturais e sintéticas poderão dar a imagem de ficarem envelhecidas em pouco tempo. A lã e a pele são boas opções, muito fortes, mas também muito caras. A seda é bonita, mas é um tecido pouco resistente.

A estrutura é outro aspecto relevante ao escolher um novo sofá. A melhor escolha deverá recair na madeira. A estrutura deverá ser bastante sólida e incluir pés. Para fazer um teste quanto à robustez do seu novo sofá, poderá levantar uma das laterais da parte da frente do sofá cerca de 15 a 20 cm, se o sofá for robusto, a outra perna da frente também se levantará à mesma altura, se isso não acontecer o sofá não é resistente.

As melhores opções para o enchimento do assento e encosto dos sofás são a espuma de alta resistência que incorpora penas ou a espuma de poliuretano, pois permitem um maior conforto e um melhor aspecto das almofadas ao longo do tempo.

Ao observar as juntas dos sofás, repare nos materiais utilizados: as melhores são as de madeira ou de metal, ou seja, se encontrar pregos, grampos e colas, os acabamentos do sofá são de péssima qualidade.

Felpuda


Mensagens trocadas por aí mostram que deverá “virar moda” políticos anunciarem que testaram positivo para a Covid-19. E sem medo de dizer que isso é porque o presidente Jair Bolsonaro anunciou ter sido infectado, e aí essa tchurminha estaria interessada também em ganhar holofotes. Porém, ressaltam que, como não se pode duvidar de coisa séria, o jeito é desejar “restabelecimento”. E não deixam de lembrar que o risco é a população descobrir que não fazem a menor falta. Essa gente...