Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

Palestrante

Passaia faz palestra em curso policial

16 NOV 2010Por Fábio Dorta, Dourados00h:00

O jornalista Eleandro Passaia, 34 anos, que entregou para a Polícia Federal o esquema de corrupção na Prefeitura de Dourados, foi palestrante de um evento destinado ao treinamento de policiais, feito por instrutores brasileiros e norte-americanos da Swat, grupo de elite da polícia dos Estados Unidos.

As denúncias de Passaia resultaram na Operação Uragano da Polícia Federal, que levou 29 pessoas para a cadeia, entre elas o prefeito afastado Ari Artuzi (sem partido), o vice-prefeito Carlinhos Cantor (PV), além de nove vereadores, secretários municipais, funcionários públicos e empresários.

O curso da Swat, que aconteceu pelo 12º ano consecutivo, teve nove dias de duração e aconteceu em Avaré/SP. Conforme o jornalista foram treinados 220 policiais federais, civis e militares, guardas municipais e militares do Exército.

A palestra aconteceu na abertura do evento e ele falou sobre a Operação Uragano, onde depois de denunciar o esquema de corrupção na prefeitura foi treinado pela Polícia Federal para fazer a gravação em vídeo da entrega de propina para Artuzi e os demais envolvidos.

Entre os instrutores estavam quatro oficiais da Swat da cidade norte-americana de Dallas que fica no estado do Texas e ainda instrutores do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Dois guardas municipais de Dourados participaram do treinamento onde foram ensinadas técnicas de imobilização, resgate de reféns, táticas para progressão em favela e até ações contra o terrorismo.

Leia Também