Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Parto normal é regra na rede pública

6 FEV 10 - 13h:30
     

        Da redação

        No SUS, ao contrário dos hospitais privados, a regra é o parto normal. "Não existe cesariana a pedido", conta Melania Amorim. A médica, referência em parto humanizado, coordena uma maternidade pública na cidade de Campina Grande, na Paraíba.
        "O SUS tem um programa de assistência humanizada, mas são experiências pontuais, acessíveis a poucos usuários. O comum é o que chamamos de parto Frankenstein, ou seja, cheio de intervenções, o que torna a experiência traumática para a mulher "
        O obstetra Marcos Tadeu, que coordena a maternidade do Hospital Ipiranga, em São Paulo, revela que nem mesmo a anestesia é uma opção sempre disponível, por falta de recursos.
        Para Olímpio Moraes Filho, o parto vaginal, assim como a cesárea, deve ser uma opção e não obrigação. "Parto é como sexo. Pode ser muito bom, mas também pode ser uma agressão."  (do Estadão)

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Após 1º caso, Saúde alerta para baixa vacinação contra sarampo
ATENÇÃO!

Após 1º caso, Saúde alerta para baixa vacinação contra sarampo

Professor com quatro empregos usava atestados para dar conta das funções
FOI CONDENADO

Professor usava atestados para dar conta de 4 empregos

Caixa antecipa para 2019 saque do FGTS para todos trabalhadores
SAQUE IMEDIATO

Caixa antecipa para 2019 saque do FGTS para todos

FCO terá contratação recorde de R$ 2 bilhões em 2019
RECURSOS

FCO terá contratação recorde de R$ 2 bilhões em 2019

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião