Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Parreira diz que tira férias até dezembro

18 JUL 10 - 21h:46
São Paulo

Desempregado após comandar a África do Sul na Copa do Mundo, o técnico Carlos Alberto Parreira não pensa em voltar à ativa tão cedo. Em entrevista publicada pela revista Veja, ele revela ter recebido três propostas de seleções visando o Mundial de 2014, mas não aceitou. Até dezembro, quer aproveitar as férias e curtir a família. “Já recebi convites de três seleções, todas muito longe do Brasil. Não saio mais do Brasil! São oito Copas do Mundo, seis como treinador, é um recorde. Não quero mais. Não é medo de pressão. Prometi à minha mulher que em 2014 eu vou assistir à Copa junto com ela, como torcedor”, disse o treinador.
De acordo com informações divulgadas pelo jornal O Estado de S. Paulo, o comandante do tetracampeonato foi convidado por Ricardo Teixeira, presidente da CBF, para ocupar o cargo de coordenador técnico da seleção brasileira. O próximo passo é convencê-lo a aceitar. Além disso, Parreira comandaria a seleção em cinco amistosos marcados até o final do ano, dando mais tempo para o anúncio do novo treinador. “Até dezembro não vou trabalhar”, afirmou o treinador.
“Não sei o que vou fazer, não vou dizer que vou me aposentar, mas com quatro netinhos... Ainda nem conheço minha neta mais nova”, concluiu Parreira.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Saque imediato do FGTS para nascidos em junho e julho começa hoje
ATÉ R$ 500

Saque imediato do FGTS para nascidos em junho e julho começa hoje

Confira agenda cultural para o fim de semana, que tem de sertanejo a teatro
PROGRAMAÇÃO

Confira agenda cultural para o fim de semana, que tem de sertanejo a teatro

LIBERTADORES

Maracanã terá festa para disputa entre Flamengo e River Plate

Estádio deve receber 50 mil torcedores para final da Libertadores
CLÁUDIO HUMBERTO

“Muito fácil dizer que é perseguição. Difícil é explicar os fatos”

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião