Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

COPA 2014

Parreira critica organização do Brasil para o Mundial

26 JAN 14 - 20h:00FOLHA PRESS

O coordenador técnico da seleção brasileira, Carlos Alberto Parreira, criticou hoje a organização das autoridades públicas brasileiras para a Copa do Mundo, principalmente no que diz respeito às obras de infraestrutura urbana nas cidades-sede.

Em entrevista para a rádio CBN, Parreira fez duras críticas ao fato de a concessão dos principais aeroportos brasileiros (Cumbica, Galeão, Viracopos, Brasília e Confins) para a iniciativa privada ter acontecido pouco tempo antes da realização do Mundial.

"A gente queria tudo para a Copa, mas para a Copa foi um descaso total. Vejo que os aeroportos vão ser licitados a partir de março, três meses antes. É uma brincadeira, fomos indicados há sete anos e só agora vão licitar os aeroportos?"

Parreira também lamentou o fato de que muitas obras projetadas para a competição sairão do papel anos depois de o país ter sediado o Mundial. "A gente perdeu uma oportunidade de dar conforto e mostrar um Brasil diferente", finalizou.

Protesto

Ontem, protestos contra a realização da Copa do Mundo se espalharam pelas principais cidades do Brasil. Em São Paulo, um rapaz de 22 anos foi baleado no bairro de Higienópolis, na região central.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Coluna semanal com dicas <br>e novidades sobre motos
COLUNA MOTOMAIS

Coluna semanal com dicas e novidades sobre motos

Renegociação de dívidas com a Energisa tem prazo prorrogado
15 DE OUTUBRO

Renegociação de dívidas com a Energisa tem prazo prorrogado

PROVA ILÍCITA

Mensagens hackeadas não provam
a inocência de Lula, diz PGR

Blitz prende motorista em flagrante e multa 21 condutores por embriaguez
TRÂNSITO

Blitz prende motorista em flagrante e multa 21 condutores por embriaguez

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião