Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

RIO DE JANEIRO

Parentes ainda não foram ao IML para liberar corpo de atirador

9 ABR 2011Por AGÊNCIA BRASIL13h:35

O corpo do atirador Wellington de Oliveira, que matou 12 crianças na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, continua no Instituto Médico-Legal (IML) do Rio de Janeiro. Desde que o corpo chegou ao IML, nenhum parente compareceu ao local para reconhecer e assinar sua liberação para sepultamento.

Segundo a Polícia Civil, os parentes terão até 15 dias, contados a partir da data de entrada do corpo no IML, para assinar sua liberação. Caso contrário, Wellington de Oliveira será enterrado como indigente.

Leia Também