Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Parasita causador da malária está mais resistente, alertam cientistas

30 MAI 09 - 11h:52
     

                Cientistas internacionais e a Organização Mundial da Saúde (OMS) dizem ter encontrado evidências de que o parasita causador da malária está se tornando resistente às drogas consideradas hoje mais eficientes contra a doença. Segundo eles, essa resistência, verificada no oeste do Camboja, precisa ser contida urgentemente para evitar uma catástrofe global. As drogas à base de artemisina são as mais utilizadas no mundo contra a forma mais comum e mortífera da malária. Normalmente, esses medicamentos são capazes de eliminar os parasitas da malária do sangue da pessoa infectada num prazo de dois a três dias. Mas agora dois grupos de cientistas, trabalhando em pesquisas separadas, dizem ter encontrado evidências de que a eliminação dos parasitas estaria levando entre quatro e cinco dias entre pacientes do oeste do Camboja.

                Com informações do site G1

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta quinta-feira: "Autofagia estatal"

ARTIGO

Rodrigo Capella: "O agronegócio e o meio ambiente"

OPINIÃO

Daniel Magnoni: "Fome oculta, um problema de saúde pública"

Médico. Diretor de Serviço de Nutrologia e Nutrição Clínica do Hospital do Coração – Hcor
PREFEITURA

Atos Oficiais do município de Campo Grande 23/05/2019

Mais Lidas