Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Mundo da bola

Paraguaio pode assinar com Flamengo ainda essa semana

18 JUN 12 - 20h:00TERRA

Dado como reforço certo desde fevereiro, o volante Victor Cáceres, do Libertad-PAR, está mais perto da Gávea. O paraguaio, que já tem acordo com o Flamengo e teria negado proposta do Boca Juniors, negocia a liberação antecipada com a diretoria de seu clube para poder se apresentar o mais rapidamente possível no clube carioca.

O empresário do jogador, Régis Marques, conversou com Zinho e garantiu que os paraguaios irão liberar o jogador antes do encerramento do contrato, previsto para o dia 30 de junho.

Cáceres, 27 anos, pode desembarcar ainda essa semana para realizar exames médicos e assinar contrato. O atleta chega ao Flamengo com salário em torno de R$ 100 mil e pode estrear assim que a situação na CBF for regularizada.

A Traffic intermediou a contração do volante da seleção paraguaia, mesmo após a polêmica que envolveu a empresa de marketing esportivo, Flamengo e Ronaldinho, e terminou em briga judicial.

Cáceres disputou 161 partidas com a camisa do Libertad e marcou 16 gols. Em 2012, disputou a Copa Libertadores de América e chegou às quartas de final, com derrota nos pênaltis para a Universidad de Chile.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

TERRAS

Entenda o que muda com a MP da regularização fundiária

Governador decreta luto oficial de três dias por morte de Juvêncio
EX-PREFEITO DA CAPITAL

Governador decreta luto oficial de três dias por morte de Juvêncio

Aeroporto da Capital já transportou 3,5 mil toneladas em 2019
HUB DE CARGAS

Aeroporto da Capital já transportou 3,5 mil toneladas em 2019

Adolescente é executado com 10 tiros em possível acerto de contas
RUA DA DIVISÃO

Adolescente é executado com 10 tiros em possível acerto de contas

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião