Segunda, 18 de Dezembro de 2017

BEM-ESTAR

Para voltar à rotina, depois das férias, é necessário fazer planejamento

2 FEV 2014Por EDUARO FREGATTO14h:30

Você planeja as férias de verão? Já pensou em planejar também o retorno ao trabalho? Se preparar para a volta ao batente pode evitar traumas para o corpo e melhorar o desempenho profissional.

Segundo uma pesquisa de escala global, os profissionais brasileiros estão entre os que mais demoram em voltar aos padrões normais de trabalho após as férias.

O estudo, realizado pela empresa de consultoria Robert Half em 15 países, aponta que, na média mundial, 74% dos entrevistados recuperam o ritmo normal em até dois dias, enquanto no Brasil o índice é de 58% para essa faixa de tempo.

De acordo com uma profissional de Campo Grande, é possível e importante se preparar para enfrentar o fim das férias. “Você pode evitar um choque traumático para o organismo”, afirma a médica Andrea Marcia Cunha Costa, especializada em atendimento familiar.

Hábitos 

Durante o tempo de descanso, é comum que as pessoas criem novos hábitos de alimentação e sono.

A médica Andrea ressalta que esses costumes precisam ser abandonados com ao menos três dias de antecedência do retorno ao emprego ou aos compromissos. “É necessário voltar aos horários habituais de dormir e despertar, observar a alimentação, com alimentos mais leves à noite”, recomenda.

A funcionária pública Joseane Rocha, 29 anos, aproveita as férias para ver filmes e seriados na televisão. Assim, acostumou-se a ir dormir na madrugada. “Quando o trabalho volta, é horrível acordar nos primeiros dias. Sinto muita dificuldade”, confessa.

“É preciso retirar esses hábitos que criamos durante o período de férias, como assistir à televisão até mais tarde ou sair durante a madrugada”, destaca Andrea.

O calor de Campo Grande também requer cuidados, principalmente para quem vai deixar um cotidiano tranquilo para retornar a uma rotina caótica. “As pessoas estão voltando ao trabalho em uma época de muito calor, então precisam se hidratar bastante e procurar uma alimentação saudável”, alerta a médica.

A dica é tomar bastante líquido e se alimentar a cada três horas.

Pense positivo

O psicológico também pode ser abalado com a mudança de cenários.

Não é recomendado chegar de uma viagem às vésperas do retorno ao emprego. “Felizmente eu voltei da praia há alguns dias, então posso me acostumar de novo com a cidade antes de ir trabalhar”, diz Joseane, aliviada. “Estava muito acostumada com a vida boa”, brinca.

Responsabilidade é importante, mas não entre em pânico. Dedique os primeiros dias de trabalho para tirar o atraso e se adequar novamente com os serviços interrompidos. “É preciso ir com calma”.

A médica Andrea dá uma última dica preciosa. “O mais importante é enfrentar esse retorno como algo prazeroso. Trabalhar é um privilégio, têm pessoas que não encontram serviço”, pontua. “Então enxergue esta oportunidade como algo positivo e não como um martírio”, encerra a especialista. 

Leia Também