INDÚSTRIA

Para suprir demanda, MS importará soja

Para suprir demanda, MS importará soja
06/08/2012 08:16 - Gabriel Maymone


O governador André Puccinelli disse que vai ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) pedir importação de 300 mil toneladas de soja para combater a falta do grão na indústria de Mato Grosso do Sul.

“Estamos, com a [secretária] Tereza Cristina, indo atrás de ver o problema da falta de farelo de soja que deve acontecer em dois meses”, disse, manifestando preocupação. “Pedimos a importação de trezentas toneladas para as indústrias moerem e, assim, ter o alimento [para a criação animal]”

A intenção o governador do Estado é conseguir que todo esse procedimento aconteça rapidamente. “Vamos pedir agilidade, dizer que não pode demorar trinta dias, se não, o preço ficará absurdo”, finaliza.

Segundo o presidente da Cooperativa Central Aurora Alimentos, Mário Lanznaster, vai faltar farelo de soja devido à quebra de produção causada principalmente pela seca nas regiões produtoras da Argentina, Uruguai e no sul do Brasil. “Gostamos de ver o governador sinalizar com a possibilidade de trazer soja da Bolívia. Precisamos mesmo que nos ajude com o Ministério. O preço está alto, mas pior ainda será não ter o produto”, avaliou o empresário.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".