Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Para Odilon, juiz de 1ª instância é a última resistência ao crime organizado

12 JUL 09 - 22h:47
     

Lidiane Kober

         

         

Em meio a explosão da Operação Owari, que pôs 42 pessoas na cadeia por conta de suposta fraude em licitações de prefeituras de Mato Grosso do Sul e do Paraná, o juiz federal Odilon de Oliveira avalia que a última resistência ao crime organizado "se encontra no punho dos juízes de primeira instância". Para ele, o Brasil tem dois caminhos: ou enfrenta, com rigor, o crime organizado, que age dentro da Administração Pública, ou enche o peito de hipocrisia e não o combate.

"A prática traz indicativos de que o País está escolhendo o último caminho. Neste caso, a sociedade vira detalhe, coisa secundária, o crime se generaliza e surge a globalização do medo, da insegurança", observou.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Homem estaciona para fazer ligação é e assaltado no Universitário
CAMPO GRANDE

Vítima estava vindo de MT para visitar a tia

Números revelam a liderança incontestável da TV aberta
CANAL 1 - FLÁVIO RICCO

Números revelam a liderança incontestável da TV aberta

Rapaz é espancado por sete pessoas na Capital
VIOLÊNCIA

Rapaz é espancado por sete pessoas na Capital

Calor está de volta mas há previsão de chuva nesta segunda em MS
TEMPO

Calor está de volta mas há previsão de chuva em MS

Mais Lidas