Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

CAMPANHA ELEITORAL

Para Nelsinho, vitória de José Serra seria muito ruim para MS

27 OUT 2010Por Fernanda Brigatti04h:25

 

"Uma eventual eleição de José Serra (PSDB) à Presidência da República seria muito ruim para Mato Grosso do Sul e para Campo Grande", na avaliação do prefeito Nelsinho Trad (PMDB). Para ele, o tucano ignora o Estado e não dá qualquer garantia de que os projetos em andamento junto ao governo federal serão continuados.

"Eu não sei né (como seria se Serra vencesse). Primeiro que até no programa dele, ele nem citou Campo Grande ou o Mato Grosso do Sul. Quando ele falou do Centro-Oeste, ele falou de Cuiabá e Mato Grosso", afirmou.

Ontem, depois de reunião com a Junta Administrativa da Santa Casa, o prefeito de Campo Grande afirmou estar convicto de que uma vitória de Dilma Rousseff (PT) representa a continuidade de todos os projetos iniciados. "Eu tenho R$ 357 milhões no PAC2 e R$ 200 milhões no PAC Social", contabilizou. "O melhor para o desenvolvimento da Capital e do Estado é a eleição da Dilma", afirmou.

A distância de José Serra com o Estado também pesa sobre a decisão de Nelsinho Trad. O presidenciável tucano não veio a Mato Grosso do Sul durante a campanha. Somente na semana passada, já no segundo turno, o vice de Serra, deputado federal Índio da Costa (DEM), e o governador eleito de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), vieram ao Estado pedir votos ao tucano. "Eu acho realmente muito ruim para nós aqui, olhando para Campo Grande e Mato Grosso do Sul, um candidato que ignora a presença do Estado e da Capital", disse.

Nelsinho Trad é um dos peemedebistas de Mato Grosso do Sul que segue a aliança nacional e apoio à candidatura de Dilma. O presidente nacional do partido, deputado federal Michel Temer, é vice da petista, e esteve na Capital na semana passada, em encontro com lideranças do PT, PMDB e partidos aliados.

Desde então, Nelsinho diz que já enviou os materiais de campanha a líderes comunitários. Ele acredita, no entanto, que o segundo turno se define nos debates e na propaganda na TV. Enquanto o prefeito apoia Dilma, o governador André Puccinelli (PMDB) declarou apoio a Jossé Serra.

Leia Também