Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

telefonia móvel

Para melhorar o serviço, Estado tem que quadruplicar antenas de telefonia

6 AGO 12 - 00h:02VINÍCIUS SQUINELO

Mato Grosso do Sul tem mais que quadruplicar o número de antenas de telefonia celular para atender a demanda e fornecer serviço de qualidade. Com apenas 778 antenas instaladas no Estado, a consequência são as constantes falhas em ligações, como queda de linhas e congestionamento do sistema.

Segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), MS tem média de 4.493 chips ativados por antena, índice bem abaixo do considerado ideal pela União Internacional de Telecomunicações (UIT), de no máximo 1.000 linhas ativadas por antena, média dos Estados Unidos.

“Precisamos de um investimento maior das operadoras. Com esse número de antenas interfere muito na qualidade do serviço, por isso que em fim de ano aqui no Estado não se consegue falar com ninguém, porque o sistema congestiona as antenas”, opinou Rafael Gonzalez, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações (Sintel/MS).

Leia mais no jornal Correio do Estado.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

TORNEIO MUNDIAL

Filipe Toledo conquista bicampeonato no mundial de surfe em Saquarema

Vitória elevou Felipe ao 3º lugar no ranking mundial
Trump diz que pode começar "grande deportação" em duas semanas
ESTADOS UNIDOS

Trump diz que pode começar "grande deportação" em duas semanas

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial de segunda-feira: "Cada vez mais insustentável"

ARTIGO

Antônio Carlos Siufi Hindo: "A Polícia Militar de Adib Massad"

Mais Lidas