Quinta, 21 de Junho de 2018

Para José Orcírio, André será forçado a apoiar Dilma

8 FEV 2010Por 07h:00
O ex-governador José Orcírio dos Santos (PT) aposta que o PMDB de Mato Grosso do Sul será forçado a apoiar a candidatura da ministra Dilma Rousseff (PT) a presidente da República. “Por conta da força política do presidente Lula e do PT, o PMDB poderá acabar embretado para o palanque da Dilma”, afirmou, durante passagem por Dourados, no último fim de semana. O petista destacou ainda que o crescimento da candidatura da ministra, revelado em pesquisas de opinião pública, “acabará forçando os adversários a reverem estratégias”. “Isso até poderá resultar na tentativa do PMDB local montar o segundo palanque para Dilma no Estado”, opinou. José Orcírio conta com o poder de transferência de votos do presidente Lula para enfraquecer os adversários. “Cada vez mais aumenta a agonia deles, por conta do poder de transferência de votos do presidente Lula e da força política do PT. Por isso, temem embarcar em canoa furada e não se definem”, afirmou. Ainda em Dourados, José Orcírio voltou a criticar a gestão do governador André Puccinelli (PMDB), durante reunião com cerca de 60 empresários. Segundo o petista, é inadmissível, que numa situação de arrecadação favorável, “o Executivo retome o terror fiscal”. “Só em dezembro, a Secretaria de Fazenda enquadrou quase 1.600 empresas no regime especial em razão de estarem inadimplentes. Não existe diálogo, com os setores. Vamos criar câmaras setoriais para rever estas questões”, prometeu. (LK)

Leia Também