Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OPINIÃO

Para FHC, governo devia alertar população sobre crise de energia

Para FHC, governo devia alertar população sobre crise de energia
12/03/2014 18:30 - FOLHAPRESS


 O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse na tarde de hoje que o governo deveria estimular a economia voluntária de energia elétrica, para minimizar os riscos de uma grave crise no setor.

Em seu último mandato, FHC determinou o racionamento de energia e multas para quem excedesse o consumo. "Quando eu decretei [o racionamento], não tinha ligação das redes e nem as termoelétricas", ponderou. Logo em seguida, afirmou que o governo federal precisa assumir as dificuldades que enfrenta na área.

"Fazer uma campanha: ajudem o Brasil, poupem. Está na hora", afirmou. FHC citou como exemplo a medida implementada pelo governador de São Paulo, seu aliado Geraldo Alckmin (PSDB). No Estado, consumidores recebem desconto na conta quando usam água do sistema Cantareira e diminuem 20% do consumo.
Campos

O ex-presidente também comentou as últimas declarações do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, pré-candidato do PSB ao Planalto. Recentemente, Campos fez ataques mais duros a Dilma Rousseff, e chegou a dizer que a presidente "não sabe de nada".

Principal fiador da candidatura do senador Aécio Neves (PSDB-MG), FHC disse ter aprovado o novo tom adotado por Campos nas críticas à presidente Dilma Rousseff (PT).

Segundo FHC, tanto Campos quanto Aécio ainda estão "desenhando" o projeto que apresentarão ao país nas eleições deste ano. Ele avalia que as duas candidaturas de oposição trabalharão juntas contra Dilma em um eventual segundo turno.  

Felpuda


O desgaste de antigas lideranças nacionais, com reflexo em nível local, é a maior preocupação dos dirigentes de partidos para as eleições deste ano, que terá reflexo em 2022. Em épocas passadas, essas figurinhas cruzavam os céus do País para visitarem os municípios e pedirem que a população votasse em seus ungidos. Agora, com pendências judiciais e poder enfraquecido, dificilmente seriam convidadas. A pandemia, que resultou no isolamento social, foi a pá de cal.