Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DISCURSO

Para evitar cassação, Demóstenes pede perdão em Senado vazio

2 JUL 12 - 16h:34AGÊNCIA BRASIL

Prestes a ter seu processo de cassação julgado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) ocupou hoje (2) a tribuna do Senado para pedir perdão a cada um dos senadores. Ele citou nominalmente boa parte deles, na tentativa de evitar a cassação no julgamento marcado para o próximo dia 11 e prometeu voltar a discursar várias vezes até lá. “Tenham a certeza, sou inocente. Obrigado, senhor presidente, amanhã estarei aqui de novo”, disse Demóstenes.

Ponto a ponto, Demóstenes tentou explicar o parecer do Conselho de Ética do Senado que pediu a cassação de seu mandato. Ele se disse vítima de um processo de difamação ocasionado pelo azamento de conversas gravadas pela Polícia Federal, durante as operações Vegas e Monte Carlo. “Nada fiz para merecer a desconstrução de minha honra”, disse o senador.

“Em virtude desses diálogos divulgados a conta-gotas, fui delineado como o vilão que tanto combati. Estou aqui de conciência tranquila, lutando pela meu mandato. A todos reafirmo a minha inocência”, destacou. O pedido de casssação do mandato de Demóstenes foi aprovado há 15 dias, por unanimidade, no Conselho de Ética do Senado. O processo está na CCJ do Senado e já teve parecer favorável à constitucionalidade, emitido pelo relator, Pedro Taques (PDT-MT). O julgamento de Demóstenes na comissão está marcado para quinta-feira (4) e no dia 11 será julgado no plenário.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Justiça Federal pede regularização de perícias em dois municípios de MS
INSS

Justiça Federal pede regularização de perícias em dois municípios de MS

Com nomes conhecidos, série inspirada em HQs é estreia da semana
DEADLY CLASS

Série inspirada em HQs
é estreia da semana

Instabilidade na gestão federal deve atrasar obra, diz prefeito
IMPASSE BANDEIRANTES

Instabilidade na gestão federal deve atrasar obra, diz prefeito

BRASIL

CNI/Ibope aponta que 35% avaliam governo Bolsonaro como ótimo ou bom

Mais Lidas