Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Para deputado, se PT tiver juízo não se alia ao PMDB no Estado

1 FEV 09 - 20h:50
     

        Adilson Trindade e Lidiane Kober

Se o PT tiver juízo não vai se aliar com o PMDB na disputa pelo Governo do Estado em 2010. A avaliação é do deputado estadual Paulo Duarte (PT). Para o parlamentar, o partido tem tudo para ir para o embate eleitoral, aceitando o desafio lançamento pelo governador André Puccinelli (PMDB). Ao contrário do PMDB, que, segundo ele, vê na parceria com os petistas a certeza da vitória. "Se o PT ficar com o PMDB, as eleições estarão definidas, mas, se a legenda entrar na disputa, tudo pode acontecer", frisou.

O deputado repudia as declarações do governador, que constantemente repete que é a "noiva cobiçada" de todos os partidos. Na opinião de Paulo Duarte, o PT é que alvo do PMDB. "Se o PT tiver juízo, lança candidatura própria porque não tem lógica o primeiro colocado nas pesquisas ficar com a vice em qualquer aliança", disse. Mas, André tenta convencer, com suas pesquisas, que é o grande favorito nas eleições de 2010. Os petistas não acreditam nessas informações. Eles levam em conta levantamento do Ibrape, que aponta o ex-governador José Orcírio dos Santos (38%) à frente de André Puccinelli (37%) na sucessão estadual. "Então, a noiva cobiçada é o PT e não o André", reforçou.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

EDUCAÇÃO

MEC contrata gráfica para a realização do Enem 2019

ECONOMIA

Fitch mantém nota de classificação de risco do Brasil

AVIAÇÃO

Anac deve aprovar autorização para Air Europa operar voos domésticos no País

Índice de consumidor por rede faz <br>MS de energia mais alta, diz Aneel
DIZ ANEEL

Índice de consumidor por rede faz MS ter energia mais alta

Mais Lidas