Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Papa pede proibição das bombas de fragmentação

18 MAI 08 - 15h:03
     

        O papa Bento XVI pediu neste domingo em Gênova (noroeste da Itália) a adoção de uma convenção internacional que proíba a utilização de bombas de fragmentação, nas vésperas do início de uma conferência diplomática sobre esse tema em Dublin.

        Esse tipo de bomba, ao ser lançada, se abre, espalhando dezenas de munições explosivas.

        "Desejo que graças à responsabilidade de todos os participantes cheguemos a um instrumento internacional forte e crível" para proibir as bombas de fragmentação"r, declarou o papa durante a oração do ngelus, recitada em uma Praça de Gênova durante uma viagem à região.

        "É necessário remediar os erros do passado e evitar que se repitam no futuro", disse Bento XVI.

        O pontífice rezou pelas vítimas das bombas e por suas famílias, e destacou que algumas delas participarão da conferência de Dublin.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Corinthians tem baixa <br>na zaga diante do Lara
SUL-AMERICANA

Corinthians tem baixa na zaga diante do Lara

NESTA QUINTA

MEC abre consulta
para vagas no Sisu

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta quinta-feira: "Autofagia estatal"

ARTIGO

Rodrigo Capella: "O agronegócio e o meio ambiente"

Mais Lidas