Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

RELIGIÃO

Papa lembra importância do batismo durante cerimônia do Ângelus

9 JAN 2011Por TERRA09h:42

Durante cerimônia no Ângelus dominical, o papa Bento XVI convocou os fiéis a redescobrir a "beleza" do sacramento do batismo e da própria fé para que esta gere "frutos de bondade e de concórdia".

Bento XVI lembrou da população do Haiti ao completar na próxima semana um ano do terremoto que devastou o país e cumprimentou os peregrinos coptas presentes na Praça de São Pedro.

O pontífice lembrou a importância do "nome cristão" e disse: "cada batizado adquire a personalidade de filho a partir do nome cristão, sinal inconfundível que o Espírito Santo faz nascer de novo ao homem no seio da Igreja".

"O Batismo é o início da vida espiritual, que encontra sua plenitude por meio da igreja", disse Bento XVI aos fiéis a partir da janela do Palácio Apostólico.

A mensagem de Bento XVI foi dirigida aos milhares de fiéis durante a cerimônia do Ângelus dominical celebrada na Praça de São Pedro, após rezar a missa do Dia do Batismo na Capela Sistina, na qual batizou 21 crianças.

"No momento do sacramento, enquanto a comunidade eclesial reza e confia a Deus um novo filho, os pais e os padrinhos se comprometem a acolher ao recém-batizado, ajudando-o na formação e na educação cristã", disse.

Uma tarefa que representa, segundo o papa, "uma grande responsabilidade derivada de um grande dom".

"Convido a todos os fiéis a redescobrir a beleza de ser batizado e de dar testemunho da própria fé, para que esta possa gerar frutos de bondade e de concórdia", acrescentou Bento XVI.

Após estas palavras, o papa lembrou à população do Haiti, quando se cumpre quase um ano do terremoto que deixou milhares de mortos no país caribenho.

"Dedico uma lembrança particular à população do Haiti, um ano depois do terrível terremoto, ao qual infelizmente seguiu-se também uma grave epidemia de cólera", declarou Bento XVI.

"Para expressar minha proximidade e a de toda a Igreja", o pontífice explicou que o cardeal Robert Sarah, presidente do Pontifício Conselho "Cor Unum", se transferirá neste domingo à ilha.

Bento XVI cumprimentou um grupo de parlamentares italianos presente na Praça de São Pedro e agradeceu "o empenho, partilhado com outros companheiros, em favor da liberdade religiosa", em referência aos pedidos realizados pelo Governo e a oposição italiana à União Europeia para que intervenha na liberdade religiosa.

Saudou ainda um grupo de fiéis coptas, aos quais manifestou mais uma vez sua "proximidade".

Leia Também