Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Papa Bento XVI pede desculpas por pedofilia

20 MAR 10 - 08h:20
     

        Agência Estado

         

        O Papa Bento XVI enviou nesta sexta-feira uma carta pastoral para os católicos da Irlanda com orientações sobre como evitar e punir padres que abusem sexualmente de crianças.

        O documento foi escrito depois da revelação, no ano passado, de casos de pedofilia dentro da Igreja Católica irlandesa, que abalaram a instituição na República da Irlanda.

        Escândalos envolvendo padres católicos também foram relatados em vários outros países, entre eles a Alemanha, terra natal de Bento XVI .

        Não se sabe se esta carta - a ser lida nas missas do próximo domingo - inclui um pedido de desculpas.

        Recentemente, o Vaticano denunciou tentativas de ligar o papa ao escândalo de abuso de crianças por padres católicos na Alemanha.

        Sua antiga diocese afirmou que ele, aprovou uma vez, inconscientemente, o abrigo para um padre acusado de abusar de crianças.

        Nos últimos meses, escândalos de pedofilia também abalaram a Igreja Católica na Holanda, Suíça e Áustria.

        Segundo o correspondente da BBC em Roma David Willey, as medidas decididas pelo papa vão ter influência muito mais ampla do que apenas na República da Irlanda.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Número de novo partido será 38, diz Bolsonaro
ALIANÇA PELO BRASIL

Número de novo partido será 38, diz Bolsonaro

SENADO

Alcolumbre manobra para atrasar votação de PEC da 2ª instância

Torcedores que vão ao Peru devem ficar atentos às regras do país
LIBERTADORES

Torcedores que vão ao Peru devem ficar atentos às regras do país

Festival do Japão e obras interditam ruas neste fim de semana; Confira
CAMPO GRANDE

Festival do Japão e obras interditam ruas neste fim de semana; Confira

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião